Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma página em branco

Uma página em branco

09
Jan18

Um dia quase... memorável

Miss Winter

Ontem foi o aniversário do meu filho. Andava indecisa se fazia a festinha no dia de aniversário ou no próximo domingo, mas como passavam 7 dias preferi fazer uma festinha mais pequena e ser no próprio dia.

 

Fui acordá-lo e fiz um filme a dar-lhe os parabéns todo ensonado até lhe dar o presente :), quase que não tiro fotos e filmes nestes dias, não sei se é por estes dias serem um misto de felicidade e infelicidade, ou se é para ele não perguntar porque o pai nunca está...

Mas este quis fazer diferente. :)

 

De manhã quando o fui levar à escola fui ter com o pai para lhe dar os parabéns, mal lhe dá os parabéns e dá-lhe um beijo começa a chorar, não falou mais, não consegui arrancar-lhe uma palavra, fui levá-lo à escola numa grande tristeza... nem assim interpreta os sentimentos do filho, tem 4 anos mas já começa a perceber tudo o que o rodeia.

 

Sexta disse-lhe que como o ano passado estava convidado para o aniversário do filho, só respondeu logo se vê, nem lhe toquei mais no assunto, o problema é dele não meu.

 

Ontem escrevi no face o texto que aqui publiquei e pela primeira vez comentou: parabéns ao nosso filho... e parabéns a ti que és uma super mãe

Estou a ver bem... devo estar a sonhar...

 

Na minha hora de almoço ligou-me a minha irmã e já nem sei como a conversa saiu talvez pela minha grande necessidade de desabafar, embora não costume fazer com ela, porque chocamos e aquilo que preciso não é de sermões mas de alguém que me ouça, e até correu bem, porque afinal de contas nem metade das coisas que me tem acontecido ao longo destes 2 anos sabem, principalmente ela.

O pouco tempo que restou, almocei em pé e fui fritando uns rissois e umas coxinhas para ir adiantando serviço porque o tempo ia ser curtissimo e era eu a fazer tudo.

 

Ligou-me a perguntar se podia levar o presente ao filho... precisas de perguntar? Quem é que vai aí? Já te disse a minha e a tua familia.

Vou só aí deixar o presente, não quero enfrentar as tuas tias...

Pois, nunca vais enfrentar não é? Por isso é que ainda não baptizei o meu filho, porque não queres enfrentar, faz como quiseres...

Entrou nem para ele olhei, continuei a fazer o que estava a fazer e pedi-lhe para dar a sopa ao filho para não se sujar (faz alguma coisa como pai)

Antes que chegasse o pessoal foi-se embora despediu-se com um beijo na testa (muito respeitador) e eu com vontade de lhe dar um tabefe... parabéns também para ti... só lhe respondi obrigada.

 

Depois a minha sogra contou-me que antes de vir que lhe deu grande sermão... grande mulher

 

Mas o que interessa deste dia, que esteve tudo perfeito, poucos mas bons, tudo muito simples, o meu filho estava feliz, gostou da festinha, o resto... é resto.

 

Hoje sinto-me feliz por ter proporcionado uma bela noite ao meu filho e isso é que lhe vai marcar para o resto da vida.

 

08
Jan18

Hoje é o nosso dia meu rei

Miss Winter

Hoje é o teu dia... o nosso dia
Carreguei-te 9 meses, confesso que não gostei destes 9 meses, nunca o disse mas tinha medo de te perder mas tu venceste, mostraste que já na barriga eras um puto teimoso que preferiste estar até ao fim sentado (tens razão nessa posição vê-se melhor ehehe).
Antes de entrares na minha barriga levei centenas de injecções, comprimidos, muitos km's, tivemos o prazer de acompanhar o inicio e o fim da construção da A4, por ti levei uma carrada de agrafos e andei ali a pegar na barriga um bom par de dias ... mas sabes uma coisa que se lixe isso tudo, voltava a fazer em dobro.
Posso não ter a vida de sonho mas tenho um filho que qualquer mãe adoraria ter, és a criança mais amável, carinhoso, gostas de repartir, super inteligente, (ás vezes já não tenho pedalada para te responder a tudo que queres aprender, mais calma ok eheheh) mas és muito sensivel porque já sabes o que te rodeia, sabes filho um dia quando cresceres vai diminuindo a sensibilidade porque a vida nem sempre é como queremos, mas se uma coisa der errado vamos atrás de outra até dar certo, nunca desistas de sonhar, nunca desistas daquilo que és, aquilo que somos é só nosso é a nossa essência, os nossos genes.
Nestes 1461 dias apenas 6 não estivemos juntos... já tivemos dias muito bons e alguns menos bons mas sabes tudo faz parte da vida e é com os menos bons que aprendemos a ser mais fortes e ir atrás sempre da felicidade seja em que forma for.
A minha felicidade és tu, a minha vida és tu, és tu que me inspiras...
Logo brindamos à vida
Amo-te

29
Nov17

As mães também curam

Miss Winter

Como ontem já aqui mencionei o meu filho começou com tosse mas à hora de almoço ligaram ao pai (não sei porque ligam a ele não é que me importe mas eu tenho mais disponibilidade) e disseram que ele comeu pouco ao almoço, comeu apenas uma sopa e meia (se a dose for como a mãe lhe dá não ficava preocupada ehehe) mas que recusou o resto e estava muito murchino e que se queixava da barriga.

 

Tinha ido duas vezes à casa de banho que é principio de diarreia mas pouca coisa que não ficasse já preocupada mas que pode ser virose porque anda tudo cheio...

 

O mal é que o pai estava para fora, a avó tinha ido com o mardio ao hospital a fazer tratamento, a tia estava a trabalhar, eu tinha que ir com o meu pai ao inicio da tarde ao centro de saúde  para a consulta de rotina pós operatório.

 

Lá liguei à minha tia mais velha se não ia sair, disse que ia às compras mas que ficava para amanhã que podia levá-lo... ufa...

 

Cheguei à escola, estava murchino mal me viu colocou o beicinho... não precisas de chorar filho já passa... 

 

Saimos do recreio para dentro da escola e diz-me ele...

 

- mãe já não tenho nadinha só me doi um bocadinho a barriga...

 

Ficou na tia todo contente, a cantar e dançar...

 

Agora vamos ver as próximas horas, deus queira que seja só mesmo a gripe e que não venha nenhuma virose, ele nunca teve, espero que se saia à mãe nunca me lembro de apanhar... é que se ele apanha, lá vou a seguir...

 

Como amanhã é o último dia de escola o melhor é ficar na avó sempre fica mais resguardado.

 

Mas já não é a primeira vez, aparece a mãe e parece que tenho o poder de curar <3

26
Set17

Será o fim da chupeta?????

Miss Winter

Tirar a fralda foi bem mais fácil que a chupeta... também me tem custado, desde o divórcio era um miminho para ele... para a escola não leva mas mal chega a casa é a primeira coisa que se lembra :)

 

Ontem ia deitá-lo, foi fazer xixi, já a tinha na boca, começou a tossir e pimbas cai para dentro da sanita...

Oh filho já te tinha avisado quando queres tossir tiras e agora? Está cheia a bichos já não podes usar, vais ter que dormir sem ela... ( a ver se o convencia).

Começa a chorar em alto pranro, as lágrimas a rolar cara abaixo, eu com o coração apertadinho, a tentar consolá-lo... nisto liga o pai para saber como estava e estava a contar-lhe, nem conseguiu falar com o pai, mais sentido ficou...

Olha filho a mamã deita-se aqui ao pé de ti, vais ver que não vais precisar de chupeta.

 

Deitei-me vestida e a pensar... vamos ver a que horas vou sair daqui eheheh

- Mãe não vais buscar a tua almofada?

- não filho, não preciso (fino)

 

Abraça-se a mim, estivemos assim durante uns tempo, depois agarra a minha mão e puxa um dedo até à boquinha dele, e eu a pensar tu queres ver que vai meter o meu dedo na boca para chupar... não, foi para dar um beijinho, gigam lá se não é um doce.

 

E lá adormeceu, a mãe já passava da meia noite quando acordou (não foi muito mal ehehe) mas tinha que pagar a factura da tupperware era o último dia e já passava da hora...

Ligo o pc (ainda não confio muito na segurança dos telefones, paranoica minha...) erro no disco... não acredito... tanto andou que lá corrigiu, mas como estava a ficar tarde, lá decidi fazer no telefone, enquanto o pc acabava de corrigir e corrigiu).

 

Conclusão era a uma quando me deitei... 3h da manhã começa a chorar...

- Então filho?

- Mamã deita aquiiiiiiiiiii (oh vida) e lá me fui deitar ao pé dele mas depois não consigo dormir bem.

 

Quando acordou, fiz uma festa por ele ter dormido sem a chupeta, ele é que não estava animado, disse que estava zangado com a mãe ehehe

- Oh mãe a pepe já não tem bicho onde está?

- oh filho ainda tem, a mãe deitou ao lixo...

 

Pelo menos ficou calado, vamos ver hoje como corre...

 

0,,15626039,00.jpg

 

25
Set17

Não se pode fazer planos

Miss Winter

Já tinha feito planos para este domingo, ir passear com o meu filho e aproveitar para comprar roupa para ambos, mas saiu ao lado.

O meu pequenote começou quinta com a monquita mas nada de sério, sexta quando o fui buscar, notava-se a voz um pouco rouca mas nada de mais.

Em vez de ir a arrumar a cozinha fiquei com ele na sala e adormeceu no meu colo e eu igual :)

Fui deitá-lo estava ok...

Estava a acabar de arrumar e ouço um som estranho e vou ver o que se passava, estava sentado na cama aflito com dificuldade em respirar, tento manter a calma vou logo fazer vapores simples com soro, eu tinha a medicação que costumo dar, mas como na caixa avisa que depois de abrir a prata tem que se consumir durante 3 meses e já tinha passado e não quis arriscar (mas disse o enfermeiro que não há problema logo que esteja bem guardado.

Ele continuava a chorar aflito... pergunto ao pai se ainda estava a pé para ir à farmácia comprar a medicação, mas neste grande paraíso, falta-nos tudo principalmente à noite, como o centro de saúde fecha às 22h as farmácias também só funcionam até essa hora e eu nem sabia... que tristeza...

Pediu para falar com o filho mas ele só chorava tadinho... pediu para poder ir vê-lo e eu disse que não precisava só precisava de se acalmar mas insistiu e eu claro deixei.

Mal viu o pai mais sentido ficou... o pai ficou aflito de o ver assim, porque lhe fez o teste no dedo (é bom ter um pai técnico do INEM) ao apertarmos o dedo fica branco e em 2s tem que voltar à cor normal e não ficou era sinal que não estava a fazer oxigènio suficiente, estava a vestir-me e ele angustiado ainda começou a chorar...

- Então? não é preciso ficares assim, já não é a 1ª vez que fica assim, imagina eu aqui sozinha se ficasse assim como era?

 

Lembro-me perfeitamente qual foi a 1ª vez que o meu filho esteve assim, exactamente no dia que o pai saiu de casa... eram 4h da manhã, eu aflita, mandei uma mensagem a dizer o que se passava com o filho nem me respondeu... que diferença... ainda bem que está mudado, ainda bem que sei que ele está ali para estas situações de emergência e não estou sozinha.

E lá fomos para o hospital que fica a 40km... fez boa viagem, como ia sentado aliviou e já nem parecia o mesmo, enquanto esperamos esteve sempre animado e nem parou um pouco e nem lhe deu o sono :)

Já tinha a garganta inflamada mas nem fez febre, está a tomar antibiótico, mas agora atacou-lhe mais a tosse e decidi que ficasse na avó.

 

E pronto este fds foi mais caseiro, vamos ver o próximo espero que dê para irmos a dar as nossas voltas ehehe

22
Set17

Preparem-me uma babete

Miss Winter

Uma semana e meia em que o meu filho está na nova escola como ele a designa, uma etapa encerrou e iniciou uma nova "a pré".

 

Sou uma mãe desnaturada como eu me designo mas no bom sentido, vejo por aqui toda a gente preocupada porque os seus rebentos vão para a escola, choram os pais, os avós, os tios, as crianças... eu não, nem no dia que o deixei pela primeira vez no infantário com 4 meses, temos que ir confiantes e mostrar-lhe confiança que a escola é muito boa.

Eles têm que compreender que é necessário, que é ali a sua 2ª casa (mais que a nossa) infelizmente...

 

Ele sempre adorou, foram 3 anos bons no infantário, sem queixas, ia sempre com vontade e quando o ia buscar sempre muito feliz.

 

Agora na pré ainda adora mais, no primeiro dia ainda se encostou a mim, meio envergonhado, depois levei-o para junto do seu amigo e colega da antiga escola e lá ficou.

 

Todos os dias professora e auxiliares a gabarem-no, que se porta muito bem, muito obediente e muito educado.

 

Isto faz de mim uma mãe muito orgulhosa, porque sozinha estou a dar conta do recado.

 

Ainda anteontem o pai foi buscá-lo e a auxiliar disse-lhe o mesmo e ele todo contente a contar-me e eu respondi é sinal que a mãe está a trabalhar bem... sim é verdade.

 

Não é por viver só com a mãe que não tem educação e que lhe deixo fazer tudo o que quer.

Ali há regras, há a hora de brincar ou ver tv, de comer, de tomar banho e ir para a cama, é claro que adorava que fosse tudo muito mais cedo, mas aqui sozinha é que se torna o grande desafio e não consigo.

É uma criança que diz bom dia, desculpa mamã, obrigado mamã... estas regras são muito simples e muitos pais infelizmente se esquecem de ensinar às suas crias.

 

Posso dizer que é uma criança feliz e ajuda a mãe a ser feliz.

12
Set17

Indo eu, indo eu, a caminho de...

Miss Winter

Apesar de a mãe andar mal das costas e de péssimo humor (raios parta a TPM), fiz tudo para contrariar.

 

Sexta foi dia de irmos ver o Festival Sete Sois Sete Luas... já vi alguns mas este foi o melhor de todos, que grandes vozes, 5 artistas de 5 países diferentes, 5 culturas bem distintas: La Reunion, Itália, Portugal, Israel e Sudão.

O meu puto adorou, adora ouvir música e dançar, esteve quase sempre a bater palmas.

1.jpg

 

Sábado foi só para limpezas, nunca mais acaba a paranóica de mudar tudo de sitio... estou farta de ver as mesmas coisas e nos mesmo sitios, enquanto ainda não posos gastar um dinheirinho em novos vou mudando aqui e acolá...

 

Domingo fomos visitar o Convento de Balsamão em Chacim, já foi um local que me dizia muito, foi aqui que os meus pais se casaram, mesmo a minha mãe não ter um casamento feliz continuava a gostar de ali ir.

Pelas fotos do casamento, o jardim era lindissimo, cheio de flores, agora já não é bem assim...

Mas é um local com belas paisagens e que se sente uma boa paz como em todos os lugares de culto.

2.jpg

3.jpg

4.jpg

5.jpg

6.jpg

7.jpg

8.jpg

 

Aqui fica um cheirinho da minha terra :)

9.jpg

10.jpg

11.jpg

 

E no fim do dia, deixei-o ser apenas criança :)

12.jpg

13.jpg

 

05
Set17

Setembro - o mês dos recomeços e reflexões

Miss Winter

Dia 1 foi o último dia do meu filho no infantário, sai de lá com uma lágrima no olho, ali foi a sua 2ª casa, desde os 4 meses de idade.

Já passaram 3 anos... senti uma grande nostalgia, encerrou-se o 1º capitulo da vida dele. Para a semana vai para a pré... nova etapa, novos desafios.

Sábado passou o dia com o pai, e andei a reflectir... o tempo voou, passaram 3 anos e ando a aproveitar tão pouco, não pode ser.

Quando chegou, fomos dar uma volta pelo bairro e ainda estivemos a brincar, a fazer que tinha uma espada e a fazer doi-doi à mãe e a pôr penso... é mesmo homem eheheh

Domingo, estive a cortar a relva mas esteve sempre comigo, levou os seus carros e andou a brincar na pedra. Depois foi a saltar para a relva, fiz umas fotos e um filme. Depois de almoço não quis dormir, estive a passar a ferro para depois irmos dar um passeio.

Já sabia que mal entrasse no carro que aterrava. Fomos a uma aldeia - Cerejais, onde tem um pequeno santuário muito conhecido, a Loca e o Calvário.

Cheguei à Loca bem tentei acordá-lo nada... saí tirei umas poucas de fotos sem sair de ao pé do carro. Segui para o calvário, engasgou-se e acordou. Lá saiu todo contente, adorou, até me deixou tirar-lhe umas fotos bem lindas normalmente está sempre a fazer fitas :)

Seguimos para o santuário, ele é que me indicava o que devia fotografar:

- Mãe tira aqui... já tiraste? Então tira :)

Foram duas horas fantásticas, aqui ficam algumas imagens.

 

1.jpg

2.jpg

3.jpg

4.jpg

5.jpg

6.jpg

7.jpg

8.jpg

9.jpg

10.jpg

11.jpg

 

10
Ago17

Nem 8 nem 80... o meu filho é de extremos :D

Miss Winter

Anteontem fez-me perder a paciência até ir para a cama, estava de todo, desobediente, teimoso... mandava apanhar as coisas do chão e colocar no sofá ainda fazia pior e ria-se.

 

Ontem estava todo amoroso, ficou a ver-me arrumar a cozinha, comeu ali o iogurte antes de ir para a cama, no fim estava a amassar, diz que estava a fazer panquecas...

 

- mãe faz panquecas

- não querias mais nada, são horas de ires dormir

- então faz um bolo

- era já a seguir eheheh

 

No fim chamei-o para ir deitar-se, eu fui indo para o quarto... nunca mais vinha:

- então filho anda

- estou a arrumar

- deixa isso, que já está a ficar tarde

- já falta pouco... pronto já está mãe

 

E colocou tudo no parque sem o mandar nem me chatear...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D