Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma página em branco

Uma página em branco

02
Out17

As lições do dia 1 de Outubro de 2017

Miss Winter

1ª lição... o meu filho percebeu bem o que é um presidente de câmara... mãe o presidente de Câmara fala e faz por nós... és o maior puto (fico com ar de parva quando ouço estas frases ao meu filho... medo muito medo eheheh).

 

2ª lição... não levem um puto de 3 anos curioso a votar com vocês... fez o favor de entrar para o escritório ao lado e trancar a porta... (vergonha)

 

3ª lição... na minha localidade quiseram a continuidade e lá vai para o 3ª mandato (e último), só votei nela no 1º dou sempre o beneficio da dúvida, localmente nunca voto pelo partido, aliás não tenho partido nem vivo para nem com a politica (estou cansada).

Nem vou falar o que não gostei nestes 8 anos, toda a gente sabe mas como "continuam a mamar" lá continuam.

Mas que tire uma grande lição... diferença de 195 votos, o opositor foi candidato pela primeira vez, um puto da minha idade, crescemos os primeiros anos juntos. Sim votei nele pela amizade, porque o conheço e para dar o beneficio da dúvida como dou a todos pela primeira vez. E também porque não me pediu o voto como os outros fazem... detesto, apenas me entregou os folhetos e os brindes como fez com todos sem nunca pedir nada. O anterior do partido dele até teve a lata de me enviar mensagem pelo face a pedir o voto, pessoa que passa por mim e faz que não conhece...

Infelizmente o poder estraga as pessoas...

 

4ª lição... vitória esmagadora do PS, eu não vejo isto assim, as pessoas quiseram dar uma grande chapada ao PPC, e de certeza, que muitos do PSD até votaram no PS ou no CDS só para se livrarem dele (mas acho que nem assim se demite vai esperar por eleições no partido).

 

5ª lição... derrota do PCP, aqui é simples, os eleitores do PCP é um eleitorado muito fiel ao seu partido, à sua ideologia e muitos não gostaram da aliança com o PS e BE no Governo e ao mesmo tempo disseram ao Jerónimo de Sousa que está na hora de dar o lugar a um novo.

 

6ª lição... eles até podem roubar o dinheiro dos contribuintes, irem presos, mas vamos devolver-lhe a cadeira... rouba lá mais um pouco, mas sê mais esperto para a próxima foge antes que te cacem ok... fica a dica

 

7ª lição... vitóriado PS? qual quê vitória da abstenção, do voto nulo, do voto em branco... ainda por cima ontem estava um dia tão lindo, quero lá saber de votar, hoje já me posso voltar a queixar que isto está uma grande bosta...

 

Esta lição é de graça... meu povo... os votos nulos e brancos são distribuidos em partes iguais por todos os candidatos, não estão a dar chapada nenhuma só estão a beneficiar a eles e aos partidos, cada voto, vale x em € (não sei precisar qual o valor)

 

Por hoje chega de lições que governem a pensar no povo.... (que parva... eles só se lembram de nós de 4 em 4 anos na hora do voto)

26
Set17

Será o fim da chupeta?????

Miss Winter

Tirar a fralda foi bem mais fácil que a chupeta... também me tem custado, desde o divórcio era um miminho para ele... para a escola não leva mas mal chega a casa é a primeira coisa que se lembra :)

 

Ontem ia deitá-lo, foi fazer xixi, já a tinha na boca, começou a tossir e pimbas cai para dentro da sanita...

Oh filho já te tinha avisado quando queres tossir tiras e agora? Está cheia a bichos já não podes usar, vais ter que dormir sem ela... ( a ver se o convencia).

Começa a chorar em alto pranro, as lágrimas a rolar cara abaixo, eu com o coração apertadinho, a tentar consolá-lo... nisto liga o pai para saber como estava e estava a contar-lhe, nem conseguiu falar com o pai, mais sentido ficou...

Olha filho a mamã deita-se aqui ao pé de ti, vais ver que não vais precisar de chupeta.

 

Deitei-me vestida e a pensar... vamos ver a que horas vou sair daqui eheheh

- Mãe não vais buscar a tua almofada?

- não filho, não preciso (fino)

 

Abraça-se a mim, estivemos assim durante uns tempo, depois agarra a minha mão e puxa um dedo até à boquinha dele, e eu a pensar tu queres ver que vai meter o meu dedo na boca para chupar... não, foi para dar um beijinho, gigam lá se não é um doce.

 

E lá adormeceu, a mãe já passava da meia noite quando acordou (não foi muito mal ehehe) mas tinha que pagar a factura da tupperware era o último dia e já passava da hora...

Ligo o pc (ainda não confio muito na segurança dos telefones, paranoica minha...) erro no disco... não acredito... tanto andou que lá corrigiu, mas como estava a ficar tarde, lá decidi fazer no telefone, enquanto o pc acabava de corrigir e corrigiu).

 

Conclusão era a uma quando me deitei... 3h da manhã começa a chorar...

- Então filho?

- Mamã deita aquiiiiiiiiiii (oh vida) e lá me fui deitar ao pé dele mas depois não consigo dormir bem.

 

Quando acordou, fiz uma festa por ele ter dormido sem a chupeta, ele é que não estava animado, disse que estava zangado com a mãe ehehe

- Oh mãe a pepe já não tem bicho onde está?

- oh filho ainda tem, a mãe deitou ao lixo...

 

Pelo menos ficou calado, vamos ver hoje como corre...

 

0,,15626039,00.jpg

 

08
Set17

O lado bom do divórcio (e divertido)

Miss Winter

Quem disse que o divórcio é mau? Tirando a vontade de passar a ferro o ex que nor roubou os sonhos (mas temos outros para sonhar) claro que tem o seu lado bom.

 

1 - (para quem tem filhos) não tens do teu lado quem te retire a autoridade no que toca a educação do teu filho, mal ou bem, és tu que decides.

2 - A cama é toda tua (quando o teu filho não decide acordar com as galinhas e invadir a tua cama antes das 7 da manhã). Este foi sempre o meu maior sacrificio ter alguém invadir o meu espaço (pronto era eu que invadia o espaço dele, não sei como nunca o atirei da cama abaixo)

3 - Podes fazer os pratos que ele tanto odiava. Sempre adorei arroz de marisco, mas se tinha o azar de ter uma areia, ele parava de comer e ia para o lixo, por isso deixei de fazer. (agora fiz tantas vezes que até enjoei ehehe)

4 - O sofá e tv é só para nós (a partir das 22h até aí pertence ao puto)

5 - Limpas e arrumas quando queres e te apetece e pela ordem que der na gana. (ontem era meia-noite, hora de ir para a cama mas ainda me apeteceu lavar as duas casas de banho e tratar de uma encomenda).

6 - Ouvir música um dia inteiro (quando não tenho o puto, adoro ouvir música enquanto limpo) ele detestava...

7 - Quando estás vais dar um passeio podes parar as vezes que te apetecer para tirar uma foto, nem que seja à coisa mais parva que encontres.

8 - Não tens ninguém para descarregar mas também ninguém te enerva.

9 - Não és obrigada a levar com os jogos de futebol (ouvir gritos e as coisas mais parvas que podes ouvir), programas que ele gosta e tu odeias.

 

Viver com uma pessoa é um grande desafio, quando temos os nossos gostos e escolhas bem vincadas e não abdicamos nem por nada, pior ainda... é preciso saber completar-se.

No meu caso no inicio tudo encaixava, as diferenças não dávamos importância, depois... depois foi o que se viu...

 

Depois descobrimos o lado bom de viver sozinha (ou com os filhos), passamos a curtir mais a vida, os pequenos detalhes, os filhos (para quem tem), e o silêncio ai é tão bom... :)

 

E tu que vives sozinha (o), o que gostas mais?

17
Ago17

O telefonema mais bizarro

Miss Winter

Ontem à tarde estava aqui bem sossegadinha no meu trabalho quando recebo o telefonema mais parvo da minha vida e já estou aqui há 22 anos (e número anónimo).

 

- Boa tarde, quem fala?

- Da empresa "X"

- Vendem placas?

- Aqui não vendemos material, construimos, é uma empresa de construção civil.

- E de onde são?

- Da localidade "X"

- Ai isso onde é nunca ouvi falar.

- Trás-os-Montes, distrito de Bragança.

- Eu sou de Aveiro.

- Estamos longe daí minha senhora.

- Olhe é da terra da fulana tal...

- Sim é a presidente da câmara (estás na brincadeira mas também te vou dar conversa, primeiro nunca ouviu falar e agora até sabe quem é a presidente)

- Olhe... sabe-me dizer quem é o candidato do CDS?

- Como????

- Quem são os candidatos pelo CDS.

- Oh minha senhora eu não me meto em politica sei lá quem são.

 

E acabou assim esta conversa.

 

Era uma tipa com uma vozinha memso de parvinha ou se fazia.

 

Depois voltou a ligar, pensava que era outra empresa daqui e eu dei o número porque a rapariga que lá trabalha é minha amiga que era para ver o que lhe dizia ehehe

 

Liguei agora a perguntar se ontem recebeu um telefonema estranho...

 

- Foste tu sua parva

- Achas? ahahahah

- Então o que te disse

- Queria saber quem eram os candidatos ao CDS, eu mandei-a logo dar uma curva, mas você acha-me com cara de politiquices tenha lá paciência tenho mais que fazer (risos), não tiraste o número?

- A mim ligou-me de número privado

- A mim não, tirei o número, liguei várias vezes mas ia sempre para fax.

- Alguma brincadeira de garotos ou dos apanhados da Rádio, se foi ficou bem composto

 

Só a nós 

 

11
Ago17

O pai da minha amiga

Miss Winter

Ontem recebi a triste noticia que faleceu o pai da minha amiga, fomos colegas do 5º ano ao 12º ano, onde estava uma estava a outra.

 

O pai e a mãe carinhosamente falavam de nós como as "minhas Sandras" temos o mesmo nome...

 

Crescemos, as vidas se separaram por umas centenas de quiilómetros, eu cá continuo, ela foi à procura de melhor e por lá ficou mas sempre com vontade de regressar pelos pais...

 

O último pedido que ele fez foi ser enterrado na terra dele, queria ir para ao pé dos pais... e assim foi...

 

Sinto uma grande angústia de não poder estar presente nesta hora... :(

10
Ago17

Nem 8 nem 80... o meu filho é de extremos :D

Miss Winter

Anteontem fez-me perder a paciência até ir para a cama, estava de todo, desobediente, teimoso... mandava apanhar as coisas do chão e colocar no sofá ainda fazia pior e ria-se.

 

Ontem estava todo amoroso, ficou a ver-me arrumar a cozinha, comeu ali o iogurte antes de ir para a cama, no fim estava a amassar, diz que estava a fazer panquecas...

 

- mãe faz panquecas

- não querias mais nada, são horas de ires dormir

- então faz um bolo

- era já a seguir eheheh

 

No fim chamei-o para ir deitar-se, eu fui indo para o quarto... nunca mais vinha:

- então filho anda

- estou a arrumar

- deixa isso, que já está a ficar tarde

- já falta pouco... pronto já está mãe

 

E colocou tudo no parque sem o mandar nem me chatear...

10
Jul17

Um momento de raiva - Página 13

Miss Winter

Na sexta-feira passada, foi a festinha do puto, como sempre calha na semana que trato dos salários, andei a fazer tudo a correr, tentei que ficasse pronto na quinta, o que é por transferência ficou nesse dia mas não havia dinheiro e o banco estava a fechar, já teve que ficar para sexta. Avisei os patrões fica tudo pronto depois que alguém pague porque é a festa do meu filho e não vou perder (infelizmente já perdi algumas, mas prometi que a partir de agora não vou falhar nenhuma).

 

Avisei o pai 8 dias antes, e quarta como estava com o filho avisei-o da hora e local e que dissesse à mãe (naquele instante estava a entrar para casa dela nem assim...) Disse que não sabia se podia ir, se calhar o grupo de incêndios iam formar coluna para outra localidade... ok

 

Pensei logo... será dificil pedir alguém que o substiua? São 3 grupos ou 4 grupos não dá para pedir para fazer uma troca? Mas fico calada e guardo para mim...

 

Chegou sexta... cansadissima, lembrei-me de ligar à mãe a ver se ele tinha dito... claro que não... e infelizmente ela não estava cá.

 

Cheguei à Casa da Cultura, vi logo que ele não estava... o resto dos pais bombeiros estavam lá... uns à civil outros fardados... menos ele.

 

Chega a vez da turma do meu filho actuar, foi muito lindo, portou-se lindamente como sempre. Fui buscá-lo ao palco, ficou radiante quando me viu... perguntou logo pelo pai. O pai não está filho, não pôde vir... Fomo-nos sentar e nessa fila estava o pai de um colega também bombeiro... perguntou-lhe onde estava o pai e ele disse se calhar está aí atrás e eu acenei que não...

 

Passado um pouco não sei se por tristeza ou frustrado de não ter ali o pai começa a olhar para todos os lados a ver se via os colegas e a perguntar por eles. E eu respondi estão por aí sentados com as mães. Começou a chorar que não conseguia com que ele parasse... naquele momento senti uma grande tristeza e angústia, ele só tinha ali a mãe enquanto os outros meninos tinham, pais, avós, tios... fiz um esforço para não começar a chorar. E lembrei-me como me senti quando os meus pais nunca participavam em nada nem a uma reunião a minha mãe ia...

 

Eu achei aquilo tudo estranho visto que ele quando não pode liga a desculpar-se, não ligou em todo o dia. Se fosse meses atrás, eu pegava no telefone e mandava-lhe uma mensagem a dizer-lhe tudo o que me ia na alma. Hoje não, não posso mostrar que é importante...

 

Sábado de manhã ainda eu não estava muito bem porque também ando super cansada, o corpo e cérebro estão a pedir férias (esta sexta ja entro de férias), liga ele:

 

- Então como correu a festa?

- Bem, fez tudo direitinho, portou-se bem (mas eu com voz que não estava bem há momentos que não consigo disfarçar)

- Já sei que perguntou por mim

- Sim

- Surgiu um serviço naquela hora... (what???? que coincidência serviço no momento que começava a festa? Começo a acreditar que nem se lembrou, afinal não foram para outra localidade, foram hoje)

- Estás chateada?

- Não, porque haveria de estar?

- Até logo... beijos

- Beijos e desliguei logo que pelos vistos nem ouviu.

 

Mal desligo, manda sms:

- Beijos

- Eu ouvi e respondi

- Parecia que estavas com pressa de desligar o telefone

- Sim estava com pressa porque ando a arrumar e ainda não consegui fazer quase nada.

- Ok

 

Mandei as fotos da festa só para ele sentir remorso...

- É para ficares com uma recordação do fim da primeira etapa do teu filho

- Muito obrigado... um beijo do tamanho do mundo para vós

 

Esta matou-me e com mais raiva fiquei, eu ando a desconfiar que a minha paz está para acabar, esta mensagem só mostra que mais dia menos dia volta ao ataque.

 

Ontem como o meu filho me pediu logo de manhã que queria ver a avozinha, prometi que íamos, só consegui ir às 19 e a pedir a todos os santos que ele não estivesse, não estava... ufa que bom.

 

Eram as 20 disse ao meu filho para irmos embora para ir comer a sopa. Nisto liga ele... parece que adivinha quando estou lá.

 

Não percebi o telefonema apenas perguntou como eu estava e claro tive que dizer que estávamos na mãe mas que já ia embora para ele comer a sopa.

- A minha mãe não tem?

- Não, senão já lhe tinha oferecido.

- Então espera que eu já vou jantar

 

(fonix)

 

Conclusão depois o menino não queria ir embora, a avó só tinha lasanha mas ele não liga a isso mas disse que queria só para poder ficar, obrigou-me a jantar lá (e o meu querido ex a insistir) eu como nem tinha fome e só de ele estar ali passou-me a vontade comi um pouquinho para não dizer que não... mas ele ficou no sofá e eu fiquei de costas.

 

Até teve tempo de analisar que eu tinha uma grande nódoa negra no braço...

 

- O que te aconteceu?

- Bati com o braço no portão...

 

Ainda bem que o meu filho pediu para ir embora e lá fomos.

Chegamos ao carro e perguntei porque quis vir embora...

 

- Porque tenho muita fominha, quero a sopinha... eram 21:15 e ele a comer sopa ehehe

 

(desculpem o testamento mas estava a precisar deitar tudo cá para fora)

 

07
Jul17

Birras matinais - Página 12

Miss Winter

Sejam sinceras, as birras logo pela manhã dos nossos filhos é a coisinha mais docinha e ternurenta que há... stoppppppppppppp é de nos tirar do sério em segundos.

 

Agora dá-lhe para ser esquisito com a roupa e calçado. Um destes dias eu queria vestir calções ele quis calças, o calçado já nem sei o que queria...

 

Mas hoje foi top... a roupa estava bem porque lhe disse que era aquela que a professora queria que levasse para a festa de fim do ano lectivo, quando chegou o calçado... eu queria calçar as sandálias mas ele queria as sapatilhas brancas já todas rafadas à frente.

 

Começou a chorar e agarrou-se às sapatilhas e colocou as sandálias no sitio... filho a professora disse para levares estas sandálias não vês que combinam com o Jaise da Patrulha Pata (não sei se é assim que se escreve mal para eu saber os nomes de todos ihihihih).

 

Deitei-o na cama para o vestir, esperneava, virava-se a chorar como se alguém o estivesse a atacar... e eu com uma paciência a falar com ele mas com vontade de lhe mandar um berro... Eu a calçar as sandálias e ele a desapertar.

 

Até que me passei visto as horas estarem a passar como todos os dias... ou páras de chorar ou levas um tabefe... será que ele sabe o que é um tabefe? ahahah pronto foi remédio santo lá se agarrou a mim...

 

- anda cá meu amor, já passou dá cá um abracinho, lá fui uns segundos a sentar-me com ele no sofá abraçadinhos para acalmar e pronto passou...

 

Mas anda muito sensivel, se elevo um pouco a voz fica logo sentido, a professora também diz que se um menino lhe tira qualquer coisa ou se lhe toca ou empurra chora logo muito sentido... para mim isto é uma fase porque de resto anda sempre contente.

 

Mas hoje vi que por trás da orelha estava maçada nem sei como ontem não vi ao dar-lhe banho, perguntei à professora o que tinha sido... devia ter sido então ontem que ele começou a chorar muito mas quando começa a chorar nem consegue explicar o que aconteceu, então foi um menino que lhe feri com qualquer coisa (o mesmo que ele dá sempre queixas... para mim são miúdos mas este já se passa e é mais novo que o meu, como vai ser quando crescer...)

birras legal.jpg

 (... enquanto o pai vai fazer a sua corridinha (segundo o face dele)... a mãe stressa mas acredito que eu perco mais calorias do que ele ihihihih)

 

Haja muita paciência :)

05
Jul17

As nossas acções são as acções dos nossos filhos no futuro - Página 11

Miss Winter

Estas duas semanas o pai do meu filho está de grupo de prevenção aos incêndios, 24h/24h sem interrupção, sei que será dificil estar com o filho.

 

Anteontem estava com o meu filho no parque, depois de ir buscá-lo ao infantário, passa um carro de incêndios mas nem reparei quem ia.

 

Manda-me uma mensagem:

- andas a passear o pimpão?

- sim... como sabes?

 

Depois ligou-me a dizer que tinha passado no camião que já estavam no incêndio desde a 1h da manhã.

 

Fui dar mais uma voltinha passado 5m liga outra vez.

 

- Ainda estás no jardim?

- Sim... estou a tentar convencer o teu filho para irmos embora.

- Então passa aqui só 5m para lhe dar um beijo para depois ir tomar banho.

 

E claro que fui, foram 15m eu fiquei no carro e fiz o meu filho feliz e o pai é claro.

 

Depois cada um seguiu a sua vida.

 

Eu sei que vieram logo os colegas todos a ver, eu sei que estão sempre a especular se estamos juntos ou não, eu sei que as pessoas acham isto estranho porque estão sempre a ver os ex casais em tribunais.

 

Mas é isto que quero ensinar ao meu filho, apesar do pai ter falhado connosco e de não merecer, temos que aprender a perdoar e a nossa missão continua  a ser a mesma: fazer o nosso filho feliz, separados também é possivel, basta conseguirmos ser dois adultos que sabe o que quer.

 

Isto dá trabalho, temos que saber gerir emoções e sentimentos mas todos ganhamos e somos mais felizes e de bem com a vida.

03
Jul17

A mudança tem que vir de dentro - Página 10

Miss Winter

Enquanto ocorreu a tentativa de reconcliliação, comecei a sentir um cansaço enorme, para fazer tarefas simples custava-me imenso e já começava a ficar assustada.

 

Este cansaço era o cançaço emocional... esgotamento emocional... dia para dia estava a ficar sem vontade de nada e porquê? Porque eu sabia que isto era tudo menos uma reconciliação.

 

Temos que saber quando chega o dia de dizer não e dar um murro na mesa. Não nascemos para ser infelizes, não nascemos para viver o que não queremos.

 

Amar não é aceitar tudo, amar não é aceitar aquilo que nos faz mal. Ponto final.

 

A partir desse momento (não digo que de vez em quando não haja momentos menos bons) mas voltou a energia, estou voltada para a organização da casa, agora posso colocar tudo como quero sem estar a pedir opiniões.

 

O domingo, a partir do momento que o meu filho acorda da sesta é dele. Ontem das 17:30 até ir dormir foi tudo para ele.

 

Fomos ao jardim andar de escorrega e ver os peixinhos ao lago, fomos lanchar à pastelaria, ele um gelado, eu uma tosta mista (nunca imaginei fazer isto sozinha neste caso com o meu filho), depois claro tinhamos que ir à barragem. Depois viemos jantar e fomos ver a tia que estava doente (soube pelo face... não gosto de saber assim mas fui vê-la na mesma)

 

Depois perguntei ao meu filho o que gostou mais do que fizemos no domingo:

- de ti mãe... como fica uma mãe a ouvir isto...

 

... o divórcio também traz coisas boas, só depende de nós...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D